sexta-feira, 25 de outubro de 2013

COMÉDIA EM DOSE DUPLA NESTE FIM DE SEMANA

PAULO GUSTAVO RETORNA A CURITIBA COM “MINHA MÃE É UMA PEÇA” E “HIPERATIVO”
O ator apresentará os dois espetáculos no Guairão dias 26 e 27 de Outubro, respectivamente 
O ator Paulo Gustavo (dos Programas "220 Volts" e "Vai que cola", do Multishow), retorna a Curitiba com dois espetáculos de grande repercussão no país: “Minha Mãe é uma Peça” e “Hiperativo”. O comediante apresentará os dois espetáculos no Guairão dias 26 e 27 de outubro, respectivamente.


Minha Mãe é uma Peça”, dirigida por João Fonseca, já está há sete anos em cartaz e foi vista por quase 1 milhão de pessoas em diversas cidades. Recentemente, a peça virou filme com grande sucesso.

Minha mãe é uma peça é um espetáculo cuja autoria pertence ao próprio intérprete da simpática Dona Hermínia. No entanto, sem desmerecer em nada o talento do autor, trata-se de uma peça que poderia ter sido escrita por qualquer brasileiro mais atento às loucuras e complexidades banais de sua própria mãe, o que já garante alguma identificação da platéia.

Paulo capta, no texto, mas sobretudo nos jeitos e trejeitos de Dona Hermínia, a alma dessa mulher de meia idade, aposentada e sozinha cuja maior ocupação é justamente procurar o que fazer, uma vez que seus filhos estão crescendo e não precisam mais de seus excessivos cuidados e broncas. E não há nada que ocupe mais a cabeça de uma mãe do que problemas e preocupações. É este o universo da personagem que, na falta de trabalho e romance e entre uma conversa e outra com a tia idosa, a vizinha fofoqueira e a amiga confidente, quase enfarta por causa de um tênis que o filho deixou fora do lugar.

Embora a heroína do espetáculo seja quase desagradável, acompanhar um dia de sua enfadonha e enlouquecida rotina já é suficiente para reconhecer na personagem a própria mãe, tia e todo tipo de mulher mais velha. “São personagens que inevitavelmente passeiam por nossa vida, despertando, assim, uma simpatia nossa por ela, mas que no caso do personagem, de simpática não tem nada”, ressalta o ator. Paulo Afonso comenta ainda que se falta simpatia à Dona Hermínia, sobra em graça na peça. “A personagem é divertidíssima. Bom para a platéia. Afinal, rir dessas mulheres é um bom modo de não enlouquecer junto com elas”, afirma.

Ator sem maquiagem em “Hiperativo”
No stand up “Hiperativo”, Paulo Gustavo mostra todo o seu talento de comediante sem maquiagem. Neste espetáculo, o ator mostra aos espectadores todo o seu humor peculiar e talento diferenciado, acompanhado de uma visão criativa e alguns recursos especiais.

A peça parte do princípio de que mais difícil que administrar o mundo ao nosso redor, é nos administrarmos ao mundo. E que mundo!”, revela Paulo Gustavo. Cada vez mais cheio, mais quente, com mais informações, mais expectativas, medos, neuroses e paranóias. “Você já parou para pensar como tudo isso pode ser engraçadíssimo quando visto de fora? Voilà prepare-se”, profetiza Paulo Gustavo. E indaga, com uma certa provocação: “Quem sabe você também não é um Hiperativo?”, provoca o ator.

Serviço:  Comédia em dose dupla
MINHA MÃE É UMA PEÇA
Data: 26 de outubro (Sábado)
Horário: 21h

HIPERATIVO
Data: 27 de outubro (Domingo)
Horário: 19h
Local: Teatro Guaira (Guairão)  
Endereço: Rua XV de novembro, 971 – Centro
Ingressos: R$50 a R$80
Lotação: 2.100 lugares 
Informações: 3304 7982 ou 3304 7979 
Horário Bilheteria: Terça a Sábado das 13h às 21h 
Classificação etária 12 anos.

Nenhum comentário: