domingo, 6 de dezembro de 2015

CORAL CONTEMPORÂNEO SESI APRESENTA RECITAL MÍNIMO


Grupo faz curta temporada em Curitiba, com apresentações no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França, Teatro Sesi Portão e Guairinha  

Após apresentações no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França e Teatro Sesi Portão, o Coral Contemporâneo Sesi 2015 faz no dia 8 de Dezembro a última apresentação de estreia do seu recital inédito intitulado “Mínimo”. O recital, composto por pequenas peças corais com temática reiterativa, tem entrada franca.   

Sob a regência de Indioney Rodrigues, o recital conta com peças de curta duração, com caráter minimalista e temática reiterativa. “É um programa que explora a ideia de repetição, de melodias, de formas, de contextos e texturas; tem um certo olhar para o minimalismo, mas não totalmente”, explica o regente.   

O Coral tem a proposta de apoio à exploração de processos criativos corais e de canto coletivo pouco convencionais. A vivência desses processos, iniciada em 2014, é marcada especialmente pela pesquisa da livre improvisação, da improvisação dirigida, de ruidísmo, de formas abertas, de espacialização, cênica e de eletroacústica. Os cantores participantes do projeto participam ativamente na criação e proposição de conteúdos e na exploração de maneiras expressivas e particulares de cantar.  

Uma iniciativa do Sesi-PR, o Coral Contemporâneo Sesi integra o Projeto Coral do Trabalhador e da Comunidade III Edição, por meio lei Rouanet, com patrocínio da Klabin.
 
Programa Recital Mínimo 
O programa inicia com a peça Cântico do Pará, de temática indígena, uma leitura livre de um canto guerreiro ambientado por Villa-Lobos. A seguir o grupo apresenta A Lua, miniatura coral composta por Maurício Dottori sobre poesia de Lúcia Aizim. O programa prossegue com Três Cantos de Çairé (distribuídos ao longo do recital) e Prelúdio, também de autoria de H. Villa-Lobos. Vértices é uma peça composta coletivamente e especialmente para este recital e que explora conceitos simples de improvisação dirigida. A peça parte de partituras gestuais e de ocupação do espaço cênico criadas individualmente pelos cantores, as quais são livremente interpretadas em contexto polifônico. A peça Três Cantos Kraó, de Marcos Leite, retorna a temática indígena e é seguida por um arranjo simples a duas vozes da canção Cajuína, de Caetano Veloso. O grupo retorna à livre improvisação e exploração cênica com a peça Rádios, criada a partir da peça Speech 1955, de John Cage. Segue a peça Hai-Kai, que explora a recitação minimalista de seis Hai-Kais criados pelos cantores especialmente para este recital. O programa segue com Fragmentos-Cellos, uma peça que explora a sobreposição eletroacústica de 53 fragmentos melódicos baseados na peça In C, de Terry Riley, e finaliza com Harmonia, peça homofônica de criação coletiva sobre um tema qualquer.

SERVIÇO:  Coral Contemporâneo Sesi – Recital Mínimo
Data: 8 de dezembro, terça-feira, às 20 horas
Local: Guairinha - Rua XV de Novembro, 971 - Curitiba.
Entrada franca.

 

 

Nenhum comentário: