quarta-feira, 3 de agosto de 2016

1º FESTIVAL DE TEATRO DE BOLSO DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS COMEÇA HOJE

São 17 espetáculos durante o mês de agosto para agradar todos os gostos e públicos

Começa nesta quarta-feira, dia 3 de Agosto o 1º Festival de Teatro de Bolso de São José dos Pinhais, iniciativa que tem a intenção de entrar na agenda cultural anual da cidade, em todos os meses de Agosto. Teatro de Bolso é como são chamados os teatros pequenos, uma alusão ao espaço do Teatro Sesi em São José, que tem menos de 120 lugares. A programação do Festival conta com 17 espetáculos que misturam as várias facetas do teatro: drama, teatro de bonecos, teatro infantil, magia, artes plásticas, dança, teatro experimental, entre outros. Os espetáculos selecionados também valorizam o teatro amador da cidade, uma vez que conta com várias peças desenvolvidas por artistas locais.

O Festival começa com o espetáculo “Nuon”, que conta a história do assassinato em massa promovido pelo regime do Khmer Vermelho no Camboja, durante a década de 1970. Relatando o que ocorreu em uma única noite, personagens que viveram sob o regime voltam para revisitar sua terra e suas memórias, girando em torno de Phaly Nuon, cambojana que se dedicou a salvar outras mulheres dos traumas físicos e emocionais da tortura, fome e outras mazelas do trabalho forçado. A direção, dramaturgia e o texto são de Ana Rosa Tezza. O elenco conta com Evandro Santiago, Helena Tezza, Janine de Campos, Marcelo Rodrigues e Regina Bastos. 
No dia 13, a montagem “Histórias que vem debaixo da cama” conta a história de Uma e Outra, que se reúnem todos os dias para brincar depois da aula. Nesse dia Outra chega muito triste, dizendo a amiga que seu primo brigou com a mãe. Uma tenta animá-la com músicas e brincadeiras. Brincando de teatro, elas saem debaixo da cama e tentam representar tipos de mães que poderiam ser interessantes. Com direção de Mariana Zanette, a peça conta com as atrizes Ludmila Nascarella e da própria Mariana Zanette no elenco.

Já no dia 20, o espetáculo “Um Tango no escuro”, dirigido por Rafael Wolff, mescla artes plásticas, dança e teatro para retratar a vida de personagens ligadas ao tango. Retratadas por meio dos quadros criados por um pintor solitário, as imagens ganham vida quando confrontadas com a presença real das personagens em cena, revelando as emoções mais suaves e mais densas do ser humano. O elenco conta com Bruna Benassi Bachmann, Diego Marquetti, Isabella Simas, Marcio Mattos, Rosangela de Lara, Vinicius de Oliveira, Luiz Gustavo Cobellache e Vânia Andreassi

Fecha o Festival o espetáculo “5 vira 10”, com Mauro Zanatta. Além de atuar, o ator também assina texto e direção, ao lado de Ana Paula Mello Peixoto. O monólogo parte de um conceito genérico de Jogo, para então apresentar o Futebol como a maior referência de Jogo no Brasil. O personagem de Mauro Zanatta é o Coringa – arquétipo extraído dos jogos de baralho –, por meio do qual mergulha nas várias facetas do futebol. Do jogo de futebol profissional, passa-se às peladas, estabelecendo-se uma diferenciação entre essas duas atividades, em especial sobre como se vive o tempo durante uma partida, como se relacionam os jogadores e qual o propósito estabelecido em cada uma delas.

A programação do 1º Festival de Teatro de Bolso de São José dos Pinhais ainda conta com o teatro de bonecos “Um Conto Diferente”, nos dias 4, 5, 11, 12, 18, 25, 26; com o espetáculo infantil “O Rapto das Cebolinhas”, no dia 4; com a montagem E Se Fosse...”, no dia 5; com a peça “Lugar de ser inútil”, no dia 6. No dia 11 de agosto, ocorre a peça “Quando o Universo Conspira”; no dia 12, é a vez do espetáculo “Ozkazan – os dois charlatões”; no dia 18 é a vez de “Pluft, o fantasminha”; no dia 25, acontece a peça Pirilampo lampião, um vagalume cangaceiro”; e no dia 26, entra em cartaz o espetáculo “Overthinking”. Há espetáculos gratuitos e pagos e os horários das apresentações são variados.

SERVIÇO: 1º Festival de Teatro de Bolso de São José dos Pinhais
De 3 a 31 de Agosto
Local: Teatro Sesi São José dos Pinhais. 
Rua XV de Novembro, 1800. Centro. São José dos Pinhais – PR


Nenhum comentário: