sábado, 18 de junho de 2016

DINGO BELLS LEVA MARAVILHAS DA VIDA MODERNA À ARNICA

Diogo Brochmann, Rodrigo Fischmann e Felipe Kautz. Foto: Rodrigo Marroni.

Dia 21 de Junho, a partir das 19h, o Dingo Bells retorna a Curitiba para apresentar Maravilhas da Vida Moderna, um dos álbuns de estreia nacionais mais elogiados dos últimos anos. A banda faz show na Arnica Cultural, recém-inaugurado estúdio e espaço de eventos do Trombone de Frutas.

Conde Baltazar (voz e guitarra), Marc Olaf (baixo), Lauro Ribeiro (trombone) e João Taborda (bateria), do sexteto curitibano, são os anfitriões do evento. Na ocasião, assumem a alcunha de Trio Kraide, que mostra o repertório do EP Txunaii (2015).

Atração do Lollapalooza Brasil e Planeta Atlântida 2016, o Dingo Bells está entre os artistas selecionados para a primeira edição da FIMS — Feira Internacional da Música do Sul, que acontece de 22 a 25 de Junho (quarta a sábado) na capital paranaense.

No show de terça, aberto ao público em geral, os porto-alegrenses tocam "Eu Vim Passear", "Mistério dos 30", "Fugiu do Dia", "Dinossauros", entre outras composições, que apontam influências de rock e folk psicodélico, soul, jazz e MPB.

Com 11 faixas produzidas por Marcelo Fruet (responsável pelo debute dos conterrâneos do Apanhador Só), Maravilhas da Vida Moderna esteve entre os discos mais mencionados em listas de melhores de 2015 e levou para casa dois Prêmio Açorianos de Música.

O registro, resultado de um projeto de financiamento coletivo, combina os potentes arranjos de autoria de Fabricio Gambogi (guitarrista de apoio da turma) com as caprichadas harmonias vocais do power trio. As melodias quase sempre dançantes e as letras que traduzem o pulso de uma geração tornam o pacote irresistível.

Em Porto Alegre, o Dingo Bells é um dos carros-chefes de uma geração que vem suplantando o chamado "rock gaúcho". Com shows lotados, a banda compreende um cenário global e plural, que já repercute fora do Brasil — a exemplo da ascensão do Selton na Europa e das turnês latino-americanas do Apanhador Só.

Maravilhas da Vida Moderna, aliás, reúne participações de Felipe Zancanaro (Apanhador Só), Ricardo Fischmann (Selton) e Tomás Oliveira (Mustache & Os Apaches), além de contar com Júlio Rizzo (trombone), da Orquestra Sinfônica, entre outros músicos.

Originado em 2006, em um colégio da cidade, o Dingo Bells traz na bagagem um EP homônimo (2010) e o clipe/single "Lobo do Mar", parceria com o cantor e compositor cuiabano Helio Flanders (Vanguart). O currículo do grupo ainda inclui passagem pelo Japão (2013) e abertura para artistas tão díspares quanto o ex-Beatle Ringo Starr (2011), os proto-punks do Television (2011) e o combo pop Maroon 5 (2016).

A banda brasileira é formada por Rodrigo Fischmann (voz e bateria), Diogo Brochmann (guitarra, teclado e voz de apoio) e Felipe Kautz (baixo, teclado e voz de apoio). Maravilhas da Vida Moderna ganha edição em LP dia 30 de Junho, com uma nova capa. O disco está disponível em todas as plataformas digitais e para download gratuito em www.dingobells.com.br.

Serviço: Dingo Bells e Trio Kraide na Arnica CulturalQuando: Terça, 21 de Junho, terça-feira, a partir das 19h.
Endereço: Rua Otelo Queirolo, 237, Bigorrilho, Curitiba - PR
Entrada: R$ 10 (pagamento em dinheiro ou cartão de débito).
Capacidade: 500 lugares.

Nenhum comentário: