segunda-feira, 16 de março de 2015

BALÉ TEATRO GUAÍRA ABRE PELA PRIMEIRA VEZ O FESTIVAL DE CURITIBA

O Balé Teatro Guaíra abrirá pela primeira vez o Festival de Teatro de Curitiba. O espetáculo de dança contemporânea “Cinderela”, coreografado pelo espanhol Gustavo Ramirez Sansano (ex-diretor artístico do Luna Negra Dance Theater, de Chicago), foi escolhido para abrir a 24ª. edição do Festival, com uma apresentação fechada para convidados no dia 24 de Março e outra, aberta ao público, na noite do dia 25. Produzido em comemoração aos 45 anos do Balé Teatro Guaíra, “Cinderela” teve somente quatro apresentações no ano passado e substitui o espetáculo internacional “Forces” na programação da Mostra 2015.

Escolhemos o Cinderela por vários motivos. Primeiro, porque queríamos um bom espetáculo para marcar a abertura de mais uma edição do Festival, em substituição ao Forces. Segundo, porque era uma boa oportunidade de se valorizar a produção local, ocupando um espaço de destaque dentro da programação. Terceiro, porque Cinderela é uma excelente produção que teve apenas quatro apresentações no ano passado. O público merece mais duas oportunidades para assistir essa grande produção do Balé Teatro Guaíra”, afirma o diretor geral do Festival, Leandro Knopfholz.

O espetáculo Forces cancelou a vinda ao Festival em meados de fevereiro. A produção da coreógrafa Elizabeth Streb não conseguiu despachar a tempo todos os equipamentos necessários para a montagem do espetáculo, em razão da neve em Nova Iorque. “Desde que fomos informados de que os equipamentos não chegariam em Curitiba a tempo para a abertura do Festival, iniciamos a pesquisa e contatos para conseguir um espetáculo que abrisse com chave de ouro a nossa vigésima quarta edição. Acho que conseguimos e esperamos que o público goste”, destaca Knopfholz.

Cinderela” terá duas apresentações na programação do Festival de Teatro de Curitiba. A primeira, no dia 24 de março, somente para convidados, marcando a abertura do Festival. A segunda, no dia 25, será aberta ao público e os ingressos já estão à venda nas bilheterias oficiais do ParkShoppingBarigüi, Shopping Mueller e Palladium Shopping Center ou pelo site www.festivaldecuritiba.com.br.

O espetáculo
Baseada no clássico conto dos Irmãos Grimm, nesta montagem do Balé Teatro Guaíra, Cinderela foi transportada para o final da década de 1950 e início da década de 1960, quando imperavam as saias rodadas e as mocinhas sonhavam com um milionário como seu príncipe encantado. As músicas do espetáculo são de Rossini, Strauss e Prokofiev, além de canções típicas do período.

“É um espetáculo que valoriza a criatividade e une diversas linguagens. Uma montagem que agrada adultos e crianças. Um presente para o público!”, afirma o coreógrafo Gustavo Sansano.

Conhecido pela transposição que faz de peças clássicas para a dança contemporânea, como Dom Quixote (Quixoteland), em 2011, Sansano é formado em balé clássico na Espanha. Especializado em coreografia, desenvolveu elogiada trajetória por Nova York e Chicago, nos Estados Unidos, além de Canadá, Alemanha, Hungria, Holanda, Espanha e outros países europeus.

Os cenários de “Cinderela” são de Luis Crespo e os figurinos de Gelson Amaral, que é também cenógrafo reconhecido pelo Prêmio Shell 2002 e Prêmio Cultura Inglesa 2000. Nesta produção com o Balé Guaíra, Amaral criou todos os modelos usados pelos bailarinos. São dele os figurinos da Cinderela, da madrasta, das irmãs, das cinco amigas e sete amigos que aparecem no baile, além das roupas usadas pelos personagens camareiras, cabeleireira, mecânicos e, é claro, pelo moderno e rico príncipe encantado. 

FICHA TÉCNICA
Coordenação: Cintia Napoli
Coreografia: Gustavo Ramirez Sansano
Figurinos: Gerson Amaral
Cenografia: Luis Crespo
Elenco: Balé Teatro Guaíra.


SERVIÇO: Abertura do Festival de Curitiba 
Cinderela.
Dia 25 de Março - quarta-feira
Teatro Guaíra.

Nenhum comentário: