terça-feira, 10 de março de 2015

TEXTOS DE IGMAR BERGAM EM ADAPATAÇÕES NO FESTIVAL DE CURITIBA


“Através de um espelho” e “Depois do ensaio” trazem a profundidade das relações humanas ao palco com um viés autobiográfico

Ingmar Bergman (1918-2007), dramaturgo e diretor de cinema e teatro, foi um dos mais importantes artistas do século 20. É  admirado e respeitado pela maneira precisa com que sempre retratou a alma humana, tanto em suas peças, como nos longas-metragens. Mais conhecido no Brasil por filmes como Morangos Silvestres e Fanny e Alexander, Bergman foi, antes de tudo, um homem de teatro. Em sua 24a edição, o Festival de Teatro de Curitiba apresenta dois textos de Bergman em sua Mostra: “Depois do ensaio”, espetáculo dirigido por Mônica Guimarães, e “Através de um espelho”, dirigido por Ulysses Cruz. 


Depois do ensaio” foi escrito por Bergman em 1980 e, quatro anos mais tarde, virou filme para a televisão, dirigido por ele. Foi uma das últimas obras escritas e filmadas pessoalmente por ele e é considerada seu testamento sobre mais de meio século de devoção ao palco, por ser um íntimo mergulho nos bastidores do teatro e no cotidiano daqueles que se dedicam a ele. “Depois do ensaio tem muito a ver com minha atitude, minha relação com a arte teatral, com este ofício bagunçado, sombrio e cruel”, explicou o próprio Bergman, na época.

Esta obra conta a história de um diretor de teatro experiente e perfeccionista que está ensaiando a peça O Sonho, de August Strindberg. Depois de uma tarde de trabalho, ele está cochilando no palco quando volta ao teatro sua jovem protagonista com a desculpa de procurar uma pulseira perdida. Durante o que seria uma conversa casual, surge uma avalanche de revelações pessoais. O diretor é vivido por Leopoldo Pacheco, que está no elenco da novela “Alto Astral”, da Globo, na qual vive o personagem Manuel Pereira. A personagem Anna é interpretada por Sophia Reis. O espetáculo é dirigido por Mônica Guimarães e seu texto foi traduzido e adaptado por Amir Labaki e Humberto Saccomandi.

Em “Através de um espelho”, a família está em férias na praia, o pai é um escritor que passou boa parte da vida focando na criação de uma obra prima, afastando-se dos filhos. A filha mais velha, Karin, personagem interpretada por Gabriela Duarte, acaba de retornar de um hospital psiquiátrico e é frágil psicologicamente. O filho mais novo segue os passos profissionais do pai, temendo sua reprovação. A instabilidade emocional da filha torna a convivência difícil e sua relação com o pai é colocada em xeque.  Num jogo de espelhos, os personagens se refletem uns nos outros, buscando autoconhecimento e compreensão do mundo. Os conflitos familiares escritos por Bergman retratam sua familiaridade sueca, porém, públicos do mundo todo conseguem se enxergar nas falas.

O 24º Festival de Teatro de Curitiba será realizado de 24 de Março a 5 de Abril e, neste ano, é apresentado pelo Banco Itaú e Tradener, com patrocínio da Renault do Brasil, Petrobras, Copel, Fundação Cultural de Curitiba/Prefeitura de Curitiba e UEG Araucária e apoio da Itaipu Binacional.

A venda dos ingressos está disponível pela internet ( www.festivaldecuritiba.com.br) e nas bilheterias oficiais do evento, instaladas no ParkShoppingBarigüi, Shopping Mueller e Palladium Shopping Center. Os ingressos para os espetáculos da Mostra custam R$ 70,00 e R$ 60,00 (inteira) e R$ 35,00 e R$ 30,00 (meia-entrada). Os valores maiores são para os espetáculos em cartaz nos teatros Guaíra, Guairinha, Positivo e Bom Jesus, que têm custos de bilhetagem superiores aos demais.

SERVIÇO:
Através de um Espelho
Dias 29 e 30 de março
Teatro da Reitoria

Depois do Ensaio
Dias 4 e 5 de abril
Teatro da Reitoria.
Mais informações em www.festivaldecuritiba.com.br 



 
 

Nenhum comentário: