sexta-feira, 17 de julho de 2015

FESTIVAL DE DANÇA DE JOINVILLE COMEÇA NA SEMANA QUE VEM

33ª. edição do maior festival de dança do mundo acontece em Joinville de 22 de Julho a 1º de Agosto, reunindo personalidades artísticas consagradas e bailarinos de 21 estados brasileiros, além do exterior (Alemanha, Argentina, EUA, Itália, Paraguai, Suíça e Rússia). Assim, Santa Catarina passa a ser um dos destinos preferidos nas férias de inverno para os turistas e amantes da arte.

São 11 dias que o perfil tipicamente industrial do maior polo econômico de Santa Catarina se transforma num frenesi multicolorido pelos palcos espalhados em várias cidades, além da sede em Joinville, com apresentações de sete estilos de dança: neoclássico, clássico de repertório, contemporâneo, jazz, sapateado, danças populares e danças urbanas. Considerado desde 2005 o maior festival de dança do planeta em número de participantes, segundo o Guinness Book, é também o único entre os grandes festivais mundiais a reunir tanta diversidade de estilos.

Este ano, do total de 2.526 coreografias inscritas no processo de seleção, por 614 grupos de todas as regiões do Brasil e exterior, foram aprovados pela curadoria 172 trabalhos para a Mostra Competitiva, 32 para a Mostra Meia Ponta (infantil) e centenas de grupos ainda estão sendo selecionados por especialistas para apresentações nos Palcos Abertos espalhados por Joinville, Blumenau, Pomerode, Jaraguá do Sul e São Francisco do Sul.

Igualmente consagrado em seu caráter didático, como uma importante contribuição para a evolução da dança no país, o festival atrai também todos os anos uma multidão de profissionais e estudantes para cursos, oficinas, workshops e seminários voltados para o aperfeiçoamento técnico, pedagógico e acadêmico da dança. São 2.700 vagas no total oferecidas para os mais de 60 cursos, incluindo 500 vagas para o seminário acadêmico, reunindo boa parte das universidades brasileiras que contam com a disciplina dança na grade.


Números consagrados 
Anualmente, no total, são cerca de 6.500 participantes entre bailarinos, estudantes, professores, profissionais e artistas convidados que transformam o inverno catarinense nesta verdadeira maratona dançante. Além da arena principal com ingressos pagos (no Centreventos Cau Hansen), há dezenas de palcos abertos com apresentações gratuitas em praças, shoppings e hospitais. Uma oportunidade para as famílias dos participantes, turistas amantes da arte e comunidades da região vibrarem com essa invasão cultural em cada esquina. Ao todo, o público histórico de 230 mil pessoas (uma média de cada edição) tem à disposição 220 horas de espetáculos – das quais 170 gratuitas.

Feira da Sapatilha
Considerada a maior feira de produtos de dança da América Latina (e talvez do mundo) a Feira da Sapatilha abriga todos os anos mais de 70 expositores que vendem variados produtos voltados ao mercado da dança e atraem não só a atenção de bailarinos, estudantes e professores, mas também dos catarinenses e muitos turistas de outros estados para aquisição de artigos especializados. Além de sapatilhas e calçados para a prática da dança, roupas de ensaio e figurinos, também são vendidos no local acessórios relacionados ao tema, como livros, CDs e DVDs de dança, chocolates diversos e muitas opções em artesanato, oferecidas por artesãos de Joinville e região. Outro grande atrativo do evento é a Praça de Alimentação, com diversas opções de lanches, doces e refeições típicas da colonização alemã. O horário de funcionamento da feira é das 10h às 23h.

Destaques da programação
Nas noites especiais, o destaque fica por conta do espetáculo “O Quebra Nozes” que a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, de Joinville (SC) apresenta na Noite de Abertura (22/7); e da Evolution Dance Theater, companhia de dança italiana que apresenta o espetáculo “Firefly” na Noite de Gala (27/7). Entre as novidades deste ano está a Mostra Contemporânea de Dança, trazendo espetáculos de grande sucesso de duas importantes companhias brasileiras: Grupo de Dança Primeiro Ato, de Belo Horizonte (23/7), e Companhia Urbana de Dança, do Rio de Janeiro (28/7).

Além dessas companhias convidadas citadas, a grade de programação das oito noites de Mostra Competitiva, três tardes da Mostra Meia Ponta (infantil) e os dez dias de programação dos Palcos Abertos, vai reunir no total este ano 404 grupos de dança, sendo 400 brasileiros, vindos de 21 estados diferentes, e de diversos países que apresentarão 1.138 diferentes coreografias.


Nenhum comentário: