terça-feira, 21 de julho de 2015

HUMBERTO GESSINGER EM CURITIBA

“Neste sábado, dia 25 de Julho, a voz e a alma dos Engenheiros do Hawaii celebra três décadas de carreira no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório. Na bagagem, a turnê de divulgação do DVD/CD “InSULar ao vivo”, que acaba de ganhar dvd de ouro. A curitibana Jenni Moselo fará o pocket-show de abertura do Projeto Prime Cultural”. 

Curitiba recebe nesta semana um dos melhores músicos brasileiros da atualidade. Celebrando 30 anos de carreira, 21 álbuns, mais de 3 milhões de discos vendidos, 7 DVDs, 5 livros, inúmeros sucessos e fã clubes espalhados por todo o Brasil, Humberto Gessinger vem a cidade com a turnê de divulgação do DVD/CD “InSULar ao vivo” (Canal Brasil / Coqueiro Verde Records), que ganhou recentemente dvd de ouro. Com realização da Prime, neste sábado, dia 25 de Julho,  o multi-instrumentista, cantor, compositor e escritor gaúcho  sobe ao palco do Teatro Positivo – Grande Auditório (Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) às 21h15.  Antes, a curitibana Jenni Moselo está escalada para comandar o pocket-show de abertura dentro do Projeto Prime Cultural, que tem como proposta de valorizar os artistas locais e regionais com trabalhos autorais e produções próprias.

O DVD/CD traz o registro do show realizado em Belo Horizonte/MG, em maio de 2014, no Chevrolet Hall. Também traz canções gravadas na Serra Gaúcha, em um set acústico onde Humberto é acompanhado por Rafael Bisogno, na percussão, Paulinho Goulart, no acordeon e violão, e recebe as participações especiais de Duca Leindecker, Bebeto Alves, Luiz Carlos Borges e Gláucio Ayala (baterista do Engenheiros do Hawaii entre 2001/2008 e diretor do DVD).  “Este DVD é o trabalho da minha vida no sentido de ser o mais abrangente. Consegui colocar na proporção que eu sonhava cada aspecto do meu som, do power trio a coisas mais delicadas. Do rock´n´roll ao regional”, comenta Humberto Gessinger.
No show, Gessinger vai apresentar músicas do disco inSULar (STR/Stereophonica) ao lado de canções e grandes sucessos de todas as fases da sua carreira, passando pelos Engenheiros do Hawaii. Devem fazer parte do repertório, O Exército de um Homem Só”, “Insular”, “Até o Fim”, “3x4”, entre outras.Gessinger assume, além dos vocais, o baixo, teclados, harmônica, guitarra e acordeon, acompanhado por Esteban Tavares, na guitarra e violão, e Rafael Bisogno (da cena nativitas do RS), na bateria. 


Sobre Jenni Moselo - Aos 21 anos e um talento nato para interpretação e composição. Com um poder vocal impressionante e seguindo as principais influências do jazz, blues e soul, a curitibana Jenni Mosello conquistou um público exigente e agora acaba de lançar o seu primeiro EP autoral. Contando com cinco faixas em inglês, o álbum “Sketches, Jenni Mosello” foi produzido pela dupla Alexy Viegas e Maycon Ananias, que já trabalhou com artistas como Maria Gadú, Thiago Iorc e Jesse Harris. Jenni estará acompanhada no palco por Roger Torres (guitarra),  André Colini (teclado), Leomaristi (baixo),  Lucas Vaz (bateria), Rogério Leitum (trompete), Sérgio Coelho (trombone) e Aloísio Pádua (sax). No repertório do show, canções autorais como “Let It Burn” e “Work It Out” ao lado de releituras para “Lonely Boy”, do Black Keys, e  “Pumped Up Kicks”, do Foster the People.
Mais sobre o Projeto Prime Cultural
Com total pioneirismo, a iniciativa tem a proposta de valorizar os artistas locais e regionais com trabalhos autorais e produções próprias. Assim, a produtora curitibana Prime lança seu Projeto Prime Cultural, uma oportunidade aos grupos locais de mostrarem o calor paranaense que se encontra na arte.

O projeto é uma iniciativa inédita no cenário artístico e exclusiva da Prime, sem fins lucrativos, com o intuito de divulgar e gerar a movimentação artística e dinâmica da cena paranaense. No início será focada a música, mas no futuro outras formas de arte e cultura serão incluídas. O Projeto Prime Cultural visa dar oportunidade única para os artistas mostrarem seu potencial criativo a grandes plateias.

Além de toda a divulgação do artista no evento, seu diferencial é oferecer também boa estrutura de palco, equipamentos de som, luz, backstage e, claro, a presença significativa de público. Para isso, os shows/espetáculos que a Prime vier a realizar no Paraná deverá ter a participação de um artista local. As bandas serão selecionadas conforme a produção e a atuação delas. Cabe ao projeto então reuni-las, viabilizar os shows e realizar a divulgação do evento. “As bandas que participarem do Projeto Prime Cultural terão a mesma atenção que os artistas de renome nacional com os quais dividirão o palco”, afirma Mac Lóvio Solek, idealizador do projeto e diretor da Prime.  “Aproveitando o prestígio dos artistas nacionais que se apresentam em Curitiba e em outras cidades do Paraná e Santa Catarina pela Prime, vamos proporcionar aos artistas locais/regionais uma boa formação de plateia para conhecer e divulgar seus projetos. Além disso, o público poderá vivenciar a diversidade cultural popular do Paraná”, completa.

Neste primeiro momento, a produtora está convidando projetos já conhecidos, com referência e que fazem parte da cena local. Os artistas interessados em se apresentar pelo Projeto Prime Culturalpoderão encaminhar seu material de trabalho e currículo para o e-mail projetoprimecultural@maisumadaprime.com.br. O material deverá conter um breve release da banda, vídeos, músicas autorais, fotos, set list e logomarca do artista/grupo. Os trabalhos serão escolhidos por meio de carta convite e de acordo com a afinidade musical com o público do artista principal. Será avaliada a apresentação do trabalho e comprometimento do grupo.

As apresentações de abertura do show principal serão em formato de pocket-show e deverão conter músicas autorais e alguns covers. A duração será de até 40 minutos.

“O Projeto Prime Cultural é, sem dúvida, o primeiro projeto que vai fazer uma ponte direta entre as bandas locais passando a ter acesso com os artistas nacionais e, na medida do possível, vamos tentar promover uma interação cada vez maior ”, finaliza o diretor da produtora curitibana.


Nenhum comentário: