INFINITOS CAMPOS GERAIS NO CAMPO DAS ARTES DE LUIS MELO

Segunda edição do projeto apresenta residência artística, exposição, rodas de conversa e oficinas no Campo das Artes, em São Luiz do Purunã. Inscrições para o primeiro encontro estão abertas

Uma residência artística seguida de exposição, rodas de conversas e oficinas gratuitas para comunidade compõem a segunda edição do projeto Infinitos Campos Gerais, que acontece no Campo das Artes, espaço cultural criado pelo ator Luís Melo, em São Luiz do Purunã, no município de Balsa Nova (PR).

Para a residência artística foram convidados William Santos, Washington Silveira e Constance Pinheiro, que já estão no local em imersão criativa, que segue até o final do mês de Maio. O resultado do processo será mostrado em exposição, no mesmo local, em junho.

Durante o período serão realizadas rodas de conversas abertas ao público gratuitamente. Os interessados em participar deverão fazer a inscrição pelo email infinitoscamposgerais@gmail.com. Para mais detalhes: instagram.com/infinitoscamposgeraisfacebook.com/projetoinfinitos.

Conversa – A primeira Roda de Conversa será no próximo sábado (14/5), com vagas limitadas, a partir das 14h. Os convidados são Margit Leisner, artista e diretora da Galeria Farol, e Henrique Simão Pontes, Geógrafo, Doutor em Geologia Ambiental. Eles vão falar sobre Arte Contemporânea e seu cruzamento com os Campos Gerais do Paraná.

O projeto, criado pela artista Maria Baptista, tem como base os conceitos de site­specific, uma abordagem em que as obras dialogam diretamente com o ambiente, seja o espaço construído, a natureza ou questões históricas, sociais, econômicas e simbólicas do local; de paisagem cultural, que entende que um lugar pode ser reconhecido por um conjunto de relações e interações entre o natural e o humano; e de residências artísticas, quando artistas se dispõem a viver um processo de criação associado a trocas de experiências, inseridos em um território diferente do habitual.

Outra frente do projeto vai trabalhar com alguns Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU para uma agenda mundial. Para o objetivo de Educação de Qualidade, complementando o ensino tradicional, Infinitos Campos Gerais vai oferecer oficinas de arte contemporânea para jovens estudantes da rede pública de ensino de Balsa Nova. Bem como realizar a formação de mediadores locais para acompanhar a exposição, orientados pela arte-educadora Karina Marques.

A outra ODS sob enfoque do projeto será a de Saúde e Bem-estar, que durante sua operação vai priorizar o uso de alimentos sem agrotóxico e de produtores locais, bem como reduzir o uso de descartáveis.

Em sua primeira edição, em 2018, o projeto promoveu uma ocupação artística temporária na Fazenda Capão Alto, em Ponta Grossa, em um casarão tombado pelo Patrimônio Estadual, que possui em seu entorno ruínas centenárias e um jardim com reservas de floresta de araucária.

Em 2019, o projeto foi selecionado para representar o Paraná no Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, na categoria Iniciativas de Excelência em Patrimônio Cultural Material.

Infinitos Campos Gerais é realizado com apoio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) - Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura - Governo do Estado do Paraná. Patrocínio da Companhia Paranaense de Energia (Copel) e parceria do Campo das Artes. O Instituto Purunã e a Prefeitura de Balsa Nova também são apoiadores dessa iniciativa. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CHEGOU O NATAL!