segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

REIVENTANDO SHAKESPEARE NO TEATRO DA CAIXA CURITIBA

A Caixa Cultural Curitiba apresenta de 16 a 21 de Fevereiro

A importância da obra de William Shakespeare (1564-1616) é inestimável. Considerado pelo crítico americano Harold Bloom como “o maior escritor de todos os tempos”, o bardo de Stratford-Upon-Avon permanece influenciando, através de seus escritos, o trabalho de incontáveis artistas ao redor do mundo. Em homenagem aos 400 anos de sua morte, a Caixa Cultural Curitiba traz a Mostra Reinventando Shakespeare, na qual 16 adaptações cinematográficas de peças do escritor inglês, assinadas por diversos diretores, serão exibidas. Todas têm em comum o fato de proporem novos diálogos com as peças shakespearianas, constituindo-se não enquanto versões “fiéis”, desprovidas de maior ousadia, mas como releituras provocadoras, responsáveis por a um só tempo expandir o universo de Shakespeare e atestar sua eterna relevância na história da arte.
A programação inclui também sessões comentadas, mesa-redonda com a diretora Celina Sodré e a professora Liana Leão e uma palestra ministrada por Pedro Süssekind, voltada para a questão da originalidade de Shakespeare e a recepção de sua obra ao longo dos séculos.
O evento acontece de 16 a 21 de Fevereiro, na Caixa Cultural Curitiba. Os ingressos serão distribuídos gratuitamente e um catálogo será disponibilizado, constituído por sinopses, fotografias, programação, além de artigos inéditos redigidos por críticos e pesquisadores brasileiros. Os espectadores poderão obter um exemplar mediante a apresentação de 2 ingressos das sessões.
Entre os destaques da mostra, que tem curadoria de Fábio Feldman e Marcelo Miranda, encontram-se grandes clássicos do cinema, como “Ran” de Akira Kurosawa e “Falstaff”, de Orson Welles, além de filmes menos conhecidos do grande público, mas considerados marcos pela crítica, como o influente “Rei Lear”, de Peter Brook e o experimental “A herança”, do autor brasileiro Ozualdo Candeias.

Nenhum comentário: