sexta-feira, 13 de maio de 2016

FERNANDO BONASSI VEM PARA A ESTREIA DA SABATINA LITERÁRIA SESI

Encontro no dia 21 de Maio será sobre o livro Luxúria, última obra do roteirista, dramaturgo e escritor

Quando Fernando Bonassi terminou de escrever Luxúria, não imaginava o quão atual seu livro se tornaria em um momento em que os impasses do país refletem na sociedade. O escritor é o convidado da primeira Sabatina Literária Sesi, que acontece no dia 21 de maio, às 15h, no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França. As inscrições custam R$ 35 e o participante recebe um exemplar do livro para se preparar para conversa.

Com mediação do jornalista Yuri Al’Hanati, o público poderá participar do encontro com perguntas dirigidas a Fernando Bonassi, que é roteirista, dramaturgo e escritor, autor dos romances Subúrbio (Objetiva) e Luxúria (recentemente lançado pela Record), e dos livros de contos Passaporte (Cosac&Naify) e SP Brasil (finalista do Jabuti 2003), entre outros. No cinema, destacam-se os roteiros de Estação Carandiru (de Hector Babenco) e Cazuza – O Tempo Não Para (de Sandra Werneck e Walter Carvalho). Desenvolveu, em parceria com Marçal Aquino - os seriados Força-Tarefa, O Caçador e o inédito Supermax, para a Rede Globo de Televisão.

Sobre o livro  
Quando Fernando Bonassi terminou de escrever Luxúria, a ascensão da nova classe C parecia anunciar um futuro de plena prosperidade no Brasil e a crise do abastecimento de água nas metrópoles do país soaria como ficção. Agora, no entanto, esta fábula contemporânea, sobre uma família comum, com ambições comuns, mas cujas escolhas aos poucos a leva a um cenário apocalíptico, parece anunciar os impasses desse Brasil em que progresso significa consumo. Inebriados pelo crédito fácil neste “momento histórico de prosperidade”, como alardeiam as propagandas do governo, a família de um metalúrgico – que mora em uma casa financiada, com carro financiado e eletrodomésticos financiados – decide construir uma piscina no quintal de casa. Porém, como afirma um dos personagens, “Há tempos a água não significa pureza: é a mãe de todas as guerras”, e essa decisão aparentemente banal vai expor as bases instáveis em que se assenta a normalidade da classe média, num equilíbrio fraco entre a pobreza e o bem-estar, entre a família feliz e a tragédia.

Serviço: Sabatina Literária Sesi com Fernando Bonassi
Data: 21 de Maio, sábado, às 15 horas.
Local: Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França - Avenida Marechal Floriano Peixoto, 458 - Centro - Curitiba.
Inscrições: R$ 35, pelo e-mail
sabatinaliterariasesi@gmail.com e você receberá o livro Luxúria (Editora Record, 368 páginas)
Mais informações: www.sesipr.com.br/cultura ou (41) 3322-2111.


Nenhum comentário: