quinta-feira, 26 de maio de 2016

O PRIMO BASÍLIO NO TEATRO CLEON JACQUES

Montagem da obra clássica de Eça de Queiroz segue em temporada até 5 de Junho

Com direção de Fabiano Amorim, a nova montagem do clássico “O Primo Basílio”, de Eça de Queiroz, está em cartaz aos sábados e domingos, no Cleon Jacques, teatro no Parque São Lourenço, até 5 de Junho. Há também uma alteração no elenco, já que no lugar de Luiz Bertazzo, entra Jeff Bastos, para encenar Jorge, o narrador.


Para Amorim é um momento importante, pois o teatro homenageia a quem ele considera seu mestre. Além de ter se formado sob a batuta de Jacques, Fabiano interpretou uma das montagens emblemáticas do professor e diretor teatral, ‘Perdoa-me por me traíres’.  “Este trabalho ficou na memória de todos que juntos trabalharam e tiveram a oportunidade de conferir o talento de Cleon Jacques. Agora, tenho a oportunidade de prestar uma homenagem ao meu mestre, levando ‘O Primo Basílio para o teatro homenageia pessoa tão ilustre, que colaborou com a construção da cena teatral paranaense”, diz ele, acrescentando que o fotógrafo da equipe de O Primo, Gilson Camargo, também participou do trabalho com Jacques. “A música “La Força del Destino”, de Verdi,  que abre a peça também é a mesma do Perdoa-me”.

A adaptação do texto de Eça, assinada junto com Leandro Catapam, faz uma colagem narrativa em que a história não deixa de ser contada, mas enfoca a dimensão emocional dos personagens,  “uma espécie de colagem textual, totalmente advinda das palavras de Eça”, nas palavras do diretor.  

Minha real motivação era representar o texto e ser fiel a ele, sem grandes invenções ou mudanças. Então, a adaptação busca a essência de Eça, seu jeito de contar a história, suas maravilhosas palavras”, observa ele, que optou por contar a história de forma não linear e cronológica. “São os fatos marcantes sobrepostos, os episódios do sentimento como diz Eça”.

“Procuramos fazer uma obra bem cuidada e minimalista. Priorizando o trabalho dos atores nesta missão de levar ao público uma obra de incomensurável valor, pois entendemos que o teatro, antes de realizar-se plenamente no momento da representação, constitui-se em texto literário”, diz Fabiano, sobre o projeto produzido pela MKF Produções Artísticas.
                   
Serviço: Teatro: O Primo Basílio
Quando: 21/05 a 5/06. Sábados e domingos, com duas sessões por dia: às 19h e 21h.
Teatro Cleon Jacques (Rua Mateus Leme, 4700 - São Lourenço - Curitiba).
Ingressos: R$20 e R$10 (meia entrada).



                

Nenhum comentário: