segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

ALAÍDE COSTA E ÁUREA MARTINS EM ELIZETHÍSSIMA NA CAIXA CULTURAL

Alaíde Costa e Áurea Martins cantam juntas no show em que homenagem Elizeth Cardoso e traz, como convidado,
 Hermínio Bello de Carvalho
O palco dividido por grandes cantoras, em homenagem a uma cantora “Divina” e, por extensão, à MPB. Assim é “Elizethíssima- uma sincera homenagem a Elizeth Cardoso”, show de Alaíde Costa e Áurea Martins, idealizado pelo compositor, historiador e poeta Hermínio Bello de Carvalho, que teve o privilégio de ser o produtor musical das três cantoras. Um roteiro primoroso, somado às vozes de Alaíde e Áurea e do jovem cantor e compositor Vidal Assis fazem deste espetáculo um sucesso desde a estreia no Rio de Janeiro, em maio do ano passado. Agora é a vez de Curitiba recebê-lo como atração da CAIXA Cultural nos dias 6 e 7 de Março, sexta e sábado às 20 horas, e 8, domingo, às 19 horas.
É a primeira vez que Alaíde Costa e Áurea Martins, cantam juntas e fazem pelas mãos de Hermínio Bello de Carvalho, que assinou o roteiro com o pianista Zé Maria Rocha, do Grupo Terra Trio, a inspiração lógica da “Divina” Elizeth Cardoso.  Com mais de 40 anos de carreira e uma longa trajetória musical, Áurea e Alaíde conheceram Elizeth quando ainda não cantavam profissionalmente, mas não demorou muito para se tornarem conhecidas e consideradas, pela própria homenageada, as melhores intérpretes do país. “Sempre que construímos um espetáculo, pensamos, em primeiro lugar, no que desejamos expressar com nosso trabalho. Ter Alaíde e Áurea homenageando Elizeth já foi aquele ‘algo a mais’ que devíamos ao público da Divina, que gostava desses encontros“, afirma Hermínio, sem esconder o carinho que tem por essas três grandes cantoras. Hermínio aparece no espetáculo também como compositor, de sucessos de Elizeth como “Doce de Coco”, com música de Jacob do Bandolim, “Rosa de Ouro’,parceria com Paulinho da Viola e Elton Medeiros e “Pressentimento”, composta com Elton Medeiros.
O show traz mais de 20 canções, com ênfase nas obras importantes da carreira de Elizeth, nas canções que Elizeth gostava de cantar, algumas não gravadas e outras que ficaram marcadas em sua voz, inclusive algumas músicas do LP “Canção do Amor Demais”, álbum de composições de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, lançado em 1958, cantado por Elizeth e considerado até hoje o marco inicial da Bossa Nova.

O show marca o início das comemorações pelos 80 anos de Hermínio e Alaíde, os 75 anos de Áurea Martins e os 95 anos de Elizeth Cardoso, se estivesse viva. As cantoras são acompanhadas por quatro jovens músicos: Kiko Horta, piano e acordeom; Pedro Aune, baixo acústico; Marcos Thadeu, percussão; e Lucas Porto no violão, arranjos e direção musical. Lucas é também o arranjador dos dois últimos CDs de Áurea Martins. Vidal Assis, jovem cantor e compositor, faz participação no show como convidado, relembrando a dupla que Elizeth Cardoso formou com o cantor e compositor Cyro Monteiro, quando ambos apresentavam na antiga TV Record o programa “Bossaudade”.


As apresentações de Elizethíssima” em Curitiba ocorrem na Caixa Cultural nos dias 6 e 7 de março, às 20 horas, e 8 de março, às 19 horas. O patrocínio é da Caixa Econômica Federal e o evento é realizado pela As3 Produções, com produção local de Alvaro Collaço Produções. Ingressos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) podem ser adquiridos na bilheteria da Caixa Cultural, na Rua Conselheiro Laurindo, 280. Informações pelo telefone 2118-5111. 

Nenhum comentário: