quarta-feira, 11 de novembro de 2015

LABModa NO PÁTIO BATEL ESTREIA COM GRANDE PÚBLICO E TEM MUITAS ATRAÇÕES

                                                         Confira as atividades desta quarta e quinta

Uma experiência. É isso que os visitantes do LABmoda, que em sua sexta edição está hospedado Pátio Batel, têm ao chegar na grande pop up store montada no piso L2 do shopping. A vitrine, com as esculturas em porcelana e crochê da mostra Coisas de Alice, dão as boas-vindas e um aperitivo do que há dentro do espaço. 

O designer e cenógrafo Felipe Guerra e o premiado iluminador Beto Bruel deram vida e personalidade a um ambiente formatado com paletes de madeira e caixas de papelão. Um grande espelho d'água com com almofadas de tricô no entorno e uma parede viva de samambaias dão um toque orgânico e aconchegante. Tudo para receber os corners de marcas autorais, que permanecerão neste lugar efervescente e pulsante até o dia 24 de Dezembro.
 
Todos os dias, os visitantes serão surpreendidos com performances artísticas, de moda e bate-papos, tornando a experiência do LABmoda ainda mais completa e interessante.
Quarta-feira (11 de Novembro)
Fashion performance – Japonique
14 horas - LABChat – Comunicação de moda com Camila Yahn. Mediação Hellen Albuquerque (site Indumentária) com presença de blogueiras.
17 horas – Fábrica de Ideias – Negócios inovadores com KRUZIN (Alessandra Gold), Casa Base (Henrique Cabral) e Diogo dos Reis, diretor da Asteróides Filmes.

Quinta-feira (12 de Nnovembro) 
19h – Coquetel Coisas de Alice
19h30 – Fashion performance Comas

Um pouco das marcas que estarão em destaque nesta quarta e quinta-feira:
KRUZIN
Alessandra Gold é empresária, consultora de moda e designer internacional. Natural de Curitiba, é radicada nos Estados Unidos, e reside em Miami. Alessandra Gold conquistou o mundo da moda com sua marca de tênis, a KRUZIN Footwear, e tem seu nome reconhecido e respeitado sendo uma das poucas mulheres no mundo a ter uma marca própria de tênis, num mercado liderado pela figura masculina. Com lojas e representações em vários lugares do mundo, principalmente na Ásia, o estilo único, ousado e irreverente da designer chama a atenção da imprensa e dos editorias de moda como Vogue, New York Post, Nylon, Footwear News, etc. Em apenas três anos de trajetória, a KRUZIN conseguiu tornar-se uma ponte internacional para a arte, cultura, estilo de vida e moda com peças autênticas, design irreverente e estamparia exclusiva.

Comas
Criada pela estilista uruguaia Agustina Comas, a marca produz peças através da técnica de “upcycling”, processo pelo qual produtos descartados são recuperados, transformados e re-colocados no mercado. Sua matéria-prima são as camisas masculinas, selecionadas pelo seu potencial de transformação. Durabilidade, estilo clássico, simplicidade e design atemporal caracterizam os produtos da Comas. O mix de produtos da grife inclui camisas femininas, saias, chemises e vestidos.
 
Japonique
A marca nasceu do desejo comum da designer Jana Tahira e da estilista uruguaia Agustina Comas em criar uma moda com inspiração japonesa tanto estética, quanto conceitualmente. A marca está fincada em dois pilares:  o conceito hafu (half, em japonês) que remete à mistura das culturas oriental e ocidental, e o mottainai, que pode ser traduzido como não-desperdício. É o respeito à essência das coisas, evitando desperdícios de qualquer natureza, seja material, emocional e até espiritual. A Japonique preza pela sustentabilidade na moda e desperdício zero na cadeia produtiva, e seus kimonos são uma celebração ao Brasil, um país genuinamente mestiço.

Fotografias de: Guto Tarasiuk.

Serviço:  LABModa – 6.a edição

De 10 de Novembro a 24 de Dezembro
Pátio Batel – piso L2
Entrada gratuita.

Nenhum comentário: