quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

JOELMA EM CARTAZ NA CAIXA CULTURAL CURITIBA

A história de uma das primeiras transexuais do Brasil terá tradução simultânea na Língua Brasileira de Sinais

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 9 a 11 de Dezembro, o espetáculo Joelma, que une o teatro, o cinema e a dança para narrar a história e os desafios de uma das primeiras transexuais do Brasil. Baseada no curta-metragem homônimo, a narrativa também carrega tom policial. Uma das novidades deste espetáculo é que terá legendas em português e tradução simultânea em Libras.


A história de Joelma revela sua reinvenção frente aos preconceitos e injustiças e traz à tona as dificuldades de uma mulher nascida em um corpo de homem. A narrativa também reúne elementos relativos às questões de gênero e de religiosidade.

Joelma, que inspirou o filme e que deu origem à peça, nasceu em Ipiaú, no interior da Bahia, e tem hoje 72 anos de idade. Viveu em São Paulo por 30 anos, onde fez a cirurgia de transição e se casou.

No teatro, o ator Fabio Vidal, do Território Sirius Teatro de Salvador, que interpreta Joelma, assina a direção e autoria ao lado do autor e diretor do curta-metragem, Edson Bastos. “É gratificante ter a oportunidade de aproximar o público da experiência de vida de Joelma e poder gerar uma nova ótica sobre as questões de gênero, dissolver preconceitos e estimular afetos”, afirma o performer. 

Serviço:  Teatro: Joelma
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 9 a 11 de Dezembro de 2016 (sexta a domingo)
Horário: sexta-feira e sábado, às 20h. Domingo, às 19h.
Ingressos: vendas a partir de 3 de Dezembro (sábado). R$ 10 e R$ 5 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: não recomendado para menores de 14 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)
Legendas em português e interpretação em Libras em todas as apresentações. 

Fotografia de: Alessandra Novhais.


Nenhum comentário: