terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SOLO MÚSICA ENCERRA TEMPORADA COM CONCERTO RARO

Na CAIXA Cultural Curitiba, Michel Deneuve revela a espiritualidade dos sons do Cristal Baschet

A CAIXA Cultural Curitiba traz à Série Solo Música Michel Deneuve, artista francês que é referência mundial no Cristal Baschet. O instrumento é um teclado é composto por hastes de vidro que são friccionadas com os dedos umedecidos e tem a sonoridade do cristal. Foi criado em 1952 pelos irmãos Bernard e François Baschet lembra o princípio físico das taças de cristal com água. O espetáculo será uma rara oportunidade para o público, tanto pelo instrumento inusitado quanto pela presença de Deneuve, que vem ao Brasil pela primeira vez. 

O programa do espetáculo tem como título “Há amor sem paz”, uma referência ao momento político mundial e aos refugiados que chegam diariamente à Europa. Deneuve toca adaptações que fez para Cristal Baschet de obras conhecidas como o “Prelúdio nº1 em dó, BWV 846”, de Johann Sebastian Bach e a “Gnossiene nº 1”, de Erik Satie. Traz também uma obra pouco conhecida de Mozart: o “ Adágio em Fá Maior para Harmônica de Vidro k. 356”, um instrumento antecessor ao B
aschet. Michel Deneuve também interpreta diversas obras de sua autoria, compostas especialmente para o instrumento.

“É uma honra encerrarmos o ano com o recital deste grande músico e mostrando um instrumento raro, desconhecido do público brasileiro”, diz o curador e produtor Alvaro Collaço, para quem o recital será marcado pela espiritualidade. “O som do Cristal Baschet propicia esta sensação, além da escolha que Deneuve fez do repertório”, enfatiza Collaço. A série Solo Música é feita na CAIXA Cultural há oito anos.

Virtuose
Dedicado ao estudo do Cristal Baschet desde 1975, Michel Deneuve colaborou com os irmãos Baschet em 1977 para o aperfeiçoamento do instrumento. Na França,  trabalhou com músicos importantes como o baixo-barítono José Van Dam, o violista Jean Baptiste Brunier, os violoncelistas Marc e Dominique de Willancourt Drobinsky, os flautistas Jean Ferrandis e Philippe Bernold, o trompetista Guy e Touvron, os pianistas Amoyel Pascal e Alain Kremski e o Fine Arts Quartet.
Michel Deneuve apresentou-se em concertos com maestros como Constantin Simonovitch, Christoph Escher e Françoise Christophe Legrand. Compôs para o teatro, coreografia, poesia e cinema, além de ter ter feito peças para o instrumento solista e conjunto instrumental. Lançou cinco CDs.
                                                    O Cristal Baschet
Criado em Paris pelo engenheiro Bernard e pelo escultor François Baschet, o Cristal Baschet demandou três anos de pesquisas para atingir seu modelo inicial. Passou por diversas modificações ao longo da história. Diferente da Glass Harmônica, de Benjamin Franklin, os bastões de vidro do Cristal não possuem som. A origem do som é um eixo de aço incorporado ao bloco de metal. As vibrações provocadas pelos dedos nas hastes são então transmitidas até os amplificadores.

Serviço: Música: Solo Música – Michel Deneuve
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 13 de Dezembro de 2016 (terça-feira)
Horário: 20h
Ingressos: vendas a partir de 10 de Dezembro (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes).

Nenhum comentário: