sexta-feira, 18 de maio de 2018

ESPETÁCULO "BOCA MALDITA" RESGATA PERSONAGENS LENDÁRIOS DA CAPITAL PARANAENSE

A peça, irreverente e cheia de humor, está em cartaz no Teatro Lala Schneider até meados de Junho e é mais uma das atrações do Circuito Cultural Ademilar

Se você quer conhecer mais Curitiba, não pode perder a peça “Boca Maldita”, que está em cartaz até 16 de Junho, no Teatro Lala Schneider, com apresentações às sextas-feiras e sábados. Com direção de João Luiz Fiani, a peça apresenta no palco personagens lendários de um dos lugares mais icônicos da capital paranaense.

O espetáculo é uma grande comédia musical sobre Curitiba e resgata a história por meio de personagens icônicos que representam o desenvolvimento econômico e cultural da cidade. A travesti Gilda, o italiano Chico Bosta, que enriqueceu limpando as fossas da cidade, e as Marias Sete Bundas e Maria Pelanca são alguns desses personagens. 

“Quando resolvi escrever esse texto, fui impulsionado pela vontade de falar da cidade que escolhi para viver e que tão bem me escolheu. E nada melhor do que falar das pessoas que fazem a cidade. Nada melhor do que falar desses tipos inesquecíveis que por lá passaram e passam”, explica Fiani, que, além de ser figura conhecida da cena teatral paranaense, é o atual secretário de Estado da Cultura do Paraná.

Irreverente e cheia de humor, a peça é uma viagem no tempo, que permite ao público conhecer um pouco mais da história de Curitiba, com passagens por um dos locais mais icônicos e ponto turístico obrigatório no roteiro daqueles que visitam a cidade, a Boca Maldita.

A peça é mais uma das atrações do Circuito Cultural Ademilar, que integra uma série de manifestações culturais que estão levando, além de teatro, música, cinema, literatura, dança e artes visuais para todas as regiões da cidade, em um calendário viabilizado pela Lei do Mecenato Municipal.

A Boca Maldita                                                       
O trecho entre a Rua Ébano Pereira e a Praça Osório, a Avenida Luiz Xavier – popularmente conhecida como Boca Maldita –, é considerada por alguns a menor avenida do mundo, com seus 145 metros de comprimento. Mas a chancela não consta no Guinness World Records, organização responsável pelo registro dos recordes mundiais, e apesar da fama, é mais um mito dessa rua que guarda muitas histórias de Curitiba.
Tradicional ponto de encontro de intelectuais e políticos paranaenses, a Boca Maldita foi um importante reduto cultural da cidade e também palco de protestos, como em 1984, onde foi um dos principais cenários do movimento Diretas Já, com manifestações que somaram mais de 50 mil pessoas.

Serviço: Boca Maldita – Uma comédia sobre Curitiba
Sextas-feiras e sábados, até 16 de junho
Horário: 21h
Local: Teatro Lala Schneider
Rua 13 de Maio, 629 – São Francisco - Curitiba 
Conheça outros projetos que integram o Circuito Cultural Ademilar e saiba mais sobre a iniciativa: www.circuitocultural.com.br  
Ingressos:
R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 30,00 (inteira).




Nenhum comentário: