segunda-feira, 17 de agosto de 2015

BALÉ FOLCLÓRICO DA BAHIA SE APRESENTA EM CURITIBA

 O espetáculo “Herança Sagrada – A Corte de Oxalá” fará apresentação inédita no Teatro Positivo 

Nesta quinta-feira (20) desembarca em Curitiba 
o premiado Balé Folclórico da Bahia (BFB), reconhecido como a melhor companhia de dança folclórica do mundo, pela Associação Mundial de Críticos em 1994. Com o espetáculo “Herança Sagrada – A Corte de Oxalá” às 21 horas, no Teatro Positivo (Grande Auditório), a turnê inédita na região Sul conta com o patrocínio de “O Boticário na Dança”. Durante a apresentação, os bailarinos reproduzem coreografias baseadas em danças afro-brasileiras. O espetáculo, que já foi aplaudido nos Estados Unidos, Europa, Caribe, Oceania e África, conta com direção geral de Walson (Vavá) Botelho e direção artística de José Carlos Santos (Zebrinha).

No palco, 26 bailarinos, músicos e cantores apresentam movimentos vibrantes e sonoridade arrebatadora. A segunda parte do espetáculo reúne coreografias clássicas do repertório do Balé, que traduzem as mais importantes manifestações folclóricas baianas, em “Puxada de Rede”, “Capoeira” e “Samba de Roda”, além de “Afixirê”, coreografia inspirada na influência dos escravos africanos na cultura brasileira.

Em maio de 2015, o Balé Folclórico da Bahia foi a companhia convidada especial do Dance África, em Nova York, onde fez apresentações do espetáculo “Herança Sagrada” durante dez dias, sempre com a casa cheia. A repercussão e o sucesso do grupo renderam destaque em matéria de página inteira no The New York Times.  O festival, que acontece há 38 anos no BAM (Brooklyn Academy of Music), é um dos principais eventos de dança africana e cultura negra dos EUA.
A jornalista e crítica de dança do The New York Times, Anna Kisselgoff arrebatou a sua admiração pelo Balé. "O prazer dos dançarinos, músicos e cantoras em fazer o que eles fazem sobre o palco é tão obviamente parte da vida deles que contagia todo o teatro”, escreveu Kisselgoff. “Eu já assisti seus maravilhosos bailarinos em diferentes países, sempre se comunicando com o público. Crianças e adultos são tomados de imediato pelos ritmos e encantos de sua arte", declarou numa das suas criticas para o jornal norte-americano.

As apresentações já passaram por mais de duzentas cidades, em 24 países, entre eles, Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Nova Zelândia, Austrália, Alemanha, França, Holanda, Suíça, México, Chile, Colômbia, Finlândia, Suécia e África do Sul. “O espetáculo já é consagrado internacionalmente, agora precisa ser conhecido pelos brasileiros”, afirma Vavá Botelho, fundador e diretor geral do Balé Folclórico da Bahia.

A companhia aclamada mundialmente, já formou 700 bailarinos, e que brilham em grandes companhias internacionais. “Manter uma equipe que se dedica à dança em regime integral, com intenso preparo técnico, físico e muita pesquisa, é uma luta diária. Poucas companhias de dança privadas, sem patrocinador regular, conseguem existir por tanto tempo, mantendo um nível de excelência técnica tão elevada e respeito do público e da crítica”, afirma Vavá.

SERVIÇO: "Herança Sagrada – A Corte de Oxalá" –Balé Folclórico da Bahia
Local: Teatro Positivo – Grande Auditório
Data: 20 de Agosto
Horário: Abertura da casa: 20 horas/ Início: 21horas
Classificação etária: 12 anos. 
Ingressos: Os valores variam de R$ 35,00 a meia-entrada a R$ 70,00 a inteira. 
Meia-entrada é válida para estudantes, maiores de 60 anos, professores e doadores de sangue com carteira em dia e deficientes físicos. 
Descontos: 40% para portadores do Cartão Fidelidade Disk Ingressos e  50% para assinantes do jornal Gazeta do Povo.


Nenhum comentário: